Saiba por que a capacitação é tão importante: Ao desenvolver programas de capacitação profissional, a empresa beneficia seus colaboradores e se qualifica para enfrentar os desafios do mercado.

Sua empresa sai ganhando

O mais valioso ativo de uma empresa é constituído pelas pessoas que nela trabalham. São elas que responderão pela imagem que a empresa passará ao mercado.

As empresas se destacam dos concorrentes pelos produtos e serviços que oferecem. Nos dias atuais qualquer segmento de atividade empresarial enfrenta competição cada vez mais acirrada e ter um time capacitado e motivado aumenta as chances de condições de  é sinônimo de melhores serviços/produtos e, portanto, resultados mais consistentes.

Para seu time

Todos os indivíduos possuem, em seu projeto de vida, a intenção de melhorar e crescer. Ao receberem da empresa a oportunidade de aprimorar-se, reconhecem na atitude uma confirmação de sua importância dentro do contexto organizacional e fortalecem suas expectativas quanto a recompensas futuras.

Capacitar seus funcionários é uma boa maneira de reter os talentos e engajar os colaboradores, porque evidencia, na prática, que a empresa se importa com seu desenvolvimento contínuo, acredita em seu potencial e está disposta a investir em seu crescimento.

A capacitação do funcionário se inicia desde o primeiro momento em que este ingressa na empresa. Destaque especial deve ser atribuído ao primeiro dia de trabalho, momento em que ele se apresenta, em geral inseguro, não por uma característica de personalidade, mas sim pela própria situação de novidade a que está submetido.

Muitas empresas lançam mão de um funcionário mais antigo para acompanhar e apoiar o recém-chegado, como forma de “quebrar” parte do desconforto a que o mesmo está sujeito. A atitude das organizações que se preocupam com a capacitação de seu pessoal é percebida e gera um clima saudável de profissionalismo e reconhecimento.

A capacitação profissional e a aplicação do conceito de compatibilidade de perfil formam a base estrutural para o desenvolvimento de uma política de cargos e salários.

Por menor que seja a empresa, não se deve abdicar de atuação nesta direção, mesmo que de forma adaptada à sua realidade.

Pode não ser uma tarefa fácil colocar em prática o plano para investir na qualificação do seu time — principalmente quando não há experiência ou disponibilidade de tempo. Se esse for o seu caso, busque parceiros especializados nessa área. Existem consultorias focadas na qualificação de equipes, com experiência para lidar com os problemas identificados e elaborar, o mais rápido possível, um planejamento para resolvê-los.

Dicas

  • Elabore um formulário para levantar as necessidades de capacitação dos membros de sua equipe. Coloque o nome de cada um, liste as necessidades de conhecimento e de habilidades necessárias ao trabalho, avalie cada um e registre se eles apresentam ou não os conhecimentos e habilidades necessárias.
  • Faça um plano de capacitação dos seus colaboradores. Coloque o nome de cada um e liste as necessidades de conhecimento a serem supridas e as habilidades a serem desenvolvidas, tomando por base o levantamento de necessidades de capacitação realizado. A seguir, defina o tipo de capacitação a ser feito, se no local de trabalho, por meio da utilização de outros colaboradores, de você mesmo ou via cursos oferecidos pelo mercado. Registre tudo no formulário. Se a capacitação for feita internamente, defina a data e a execute conforme programado. No caso de a capacitação ser feita por meio de cursos oferecidos pelo mercado, verifique a melhor opção existente, em termos de qualidade, custos e outras facilidades, definindo a data e enviando o colaborador ao curso conforme programado.

Fontes: Sebrae e Coaching José Roberto